Advogado Virtual – Computador responde questões jurídicas.

O Avanço Tecnológico tem facilitado muito a vida das pessoas, que a cada dia estão mais inteiradas ao mundo virtual, crescendo gradativamente e ganhando cada vez mais espaço nas residências espalhadas pelo mundo inteiro. Mas será que esse avanço da tecnologia será sempre benéfico ao homem? Um grupo de estudantes criou uma espécie de robô que responde indagações jurídicas com base em um sistema de dados que fica disponível no sistema de nuvem. Inicialmente, a intenção do projeto é ajudar advogados e magistrados, alertando acerca de alterações legislativas e auxiliando advogados no desempenho da função. Resta saber se tal programa se limitará a isso, se hoje, o mercado Brasileiro encontra-se abarrotado de profissionais do direito, imagina se necessário for dividir esse espaço com as máquinas?

Um grupo de estudantes da Universidade de Toronto criou um “advogado virtual” com base no Watson, o supercomputador da IBM.

Chamado de Ross, o sistema está sendo apoiado pela própria IBM, e será oferecido para advogados e escritórios de advocacia como um serviço baseado na nuvem que pode responder questões jurídicas.

O usuário faz uma pergunta e o sistema gera uma resposta concreta, citando um precedente, além de sugerir leituras relevantes ao tema e uma porcentagem de chances de que aquela resposta esteja certa.

Se um novo caso que seja relevante entre no banco de dados, o Ross irá alertar seu usuário no smartphone.

“Basicamente, o que nós construímos é o melhor pesquisador jurídico do mundo. Ele é capaz de fazer em segundos o que um advogado levaria horas”, afirma Andrew Arruda, um dos criadores do Ross.

A IBM anunciou que irá dar aos estudantes livre acesso à plataforma do Watson e ainda estuda realizar um investimento na startup que eles formaram para vender o serviço.

Para criar o Ross, a equipe da Universidade de Toronto alimentou o sistema da IBM com um grande volume de precedentes jurídicos e leis do mundo inteiro.

Mas o que torna a máquina poderosa é a capacidade de computação cognitiva que possui, ou seja, de continuar aprendendo e melhorando à medida que os advogados a usem.

Agora, a intenção dos estudantes é fazer acordos com tribunais, para que eles alimentem o programa assim que novos julgamentos e processos estejam disponíveis em seus sistemas.

Posts Relacionados

2 Responses to "Advogado Virtual – Computador responde questões jurídicas."

  1. boa tarde,quantas vezes o réo pode recorrer a estabilidade de um ano que eu tenho por direito,pois eu me acidentei no trabalho,a firma quebrou,mais eu entrei com o processo contra a
    caixa economica,e a dona da firma diz que a caixa não perde nunca.obrigado.

    • admin

      Toda empresa pode ser vencida judicialmente. Não se trata de quem está no pólo da ação, mas sim do direito que está em análise. Os recursos são muitos e também dependem de alguns requisitos que têm que ser analisados caso a caso. A grosso modo podemos dizer que os recursos podem chegar a uma terceira e mesmo a uma quarta instância, de forma que o pedido pode acabar sendo visto e revisto por até quatro instâncias do poder judiciário.

Leave a replyDeixe uma resposta para sergio luis rodrigues lai

--
Processos na capital - Fortaleza

×